Portugal pode ser um destino “de referência” para turismo LGBTI

Portugal pode ser um destino “de referência” para turismo LGBTI

As empresas com serviços para os LGBTI (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e Intersexuais) querem uma “estratégia concertada” para que Portugal receba mais turismo da comunidade LGTBI.

Mais de duas dezenas de empresas de norte a sul do país constituíram uma Associação de Comércio e Turismo LGBTI, a Variações, cujo lançamento oficial está marcado para Janeiro e que pretende promover Portugal neste segmento turístico.

Basta olhar para o ponto de vista financeiro para se perceber que “o país tem muito a ganhar” com o turismo LGBTI, diz Diogo Vieira da Silva, o director-executivo da Variações, uma associação que foi criada recentemente e que tem como objectivo agregar empresas com negócios e serviços de comércio e Turismo LGBTI.

A entrevista de Rui Tukayana, da TSF, ao director-geral da Variações, Diogo Vieira da Silva