Variações. Empresários LGBTI querem trazer Europride para Portugal

Variações. Empresários LGBTI querem trazer Europride para Portugal

Segundo dados da Variações, ao milhão de consumidores LGBTI existente em Portugal soma-se “mais de dois milhões de pessoas LGBTI que nos visitam anualmente, o que perfaz uma estimativa de quase 2000 milhões de receita. Na nota a que o dezanove.pt teve acesso pode continuar a ler-se que este sector “representa actualmente o nicho de mercado com mais potencial de crescimento a nível global apresentando também uma rentabilidade acima da média”.

No seu ano de arranque a Variações apresenta três prioridades: em primeiro lugar a campanha “Proudly Portugal” para estruturar e fortalecer a oferta e promover o país nos eventos LGBTI internacionais e com isso organizar uma candidatura portuguesa a um Europride já em 2021. Um evento deste género pode segundo a Variações “atrair mais de meio milhão de participantes à cidade que o organiza”. Em segundo, a criação de um comité empresarial para incentivar a diversidade e a inclusão como motor de vantagem competitiva em todos os negócios. Terceiro, apoiar pequenas e médias empresas e trabalhadores LGBTI.

“Seremos uma voz credível e audível, a nível nacional e internacional, do mercado LGBTI em Portugal”, diz Carlos Sanches Ruivo, Presidente da Direcção da Variações.

 

Lê o restante artigo no dezanove.pt